quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Walk tall, Torres


A gente pensa que não sente até sentir a lágrima quente salgando a ponta da língua.

Eu sempre digo que não dá pra saber qual a melhor opção, qual o caminho certo, porque a vida é o que se faz ao ser e não uma prova de vestibular com questões de múltipla escolha. Nem sempre é fácil saber o que eu sei.

Eu sempre gostei de homens que fumam. Um excesso de Bogart na adolescência, talvez. O certo é que a fumaça na varanda sombreada assombra minhas madrugadas vez em quando. Ou isso ou essa tosse é doença.

Queria fazer o escritório. Arrumar os banheiros. Viajar. Odeio que a minha vida seja em conectivos de ideias alternativas e não conectivos de adição.

Ando tão cheia nem sei de quê que ando igual ao Benito, não trabalho porque tenho que me divertir, não me divirto porque tenho que trabalhar. As horas vão escorrendo entre os inertes dedos e o dia passou sem eu fazer dele ou nele o que quer que seja.

Propondo um novo tempo verbal: o futuro mais-que-perfeito.

Vai, menino, que eu não posso viver uma vida por você.

Agosto, o mês que nem começou direito e eu já sei que só vou torcer pra que acabe logo.

Não tenho mais esperança que aconteça, mas eu já quis muito ser uma pessoa mais legal pra ter mais gente gostando de mim. Eu, por exemplo.

Então a dor do parto é assim.

Aquele pedido encarecido aos cientistas: uma lente de óculos que não suje.

Eu poderia ter te amado se soubesse como.

Já gastei todas as palavras. Ficam os assombros.

O mais bonito na minha vida, neste momento, são as gemas laranjinhas de uns ovos caipiras com manteiga e sal.

É tanta entrelinha que já penso em com elas fazer um bordado. 



2 comentários:

Socorro Nepomuceno disse...

Se conseguir ser mais amada do que és, corre o risco de sufocar! Te amo!��

Patrícia Daltro disse...

Como foi bom ler seu livro e da Rita. Além de me proporcionar uma das leituras mais prazerosas desse ano, acabei conhecendo junto os blogs de vocês e que saudade que estava de entrar novamente nesse universo!
Seu post é ótimo, gosto do seu jeito de escrever, nos enovelando junto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...