segunda-feira, 23 de março de 2015

Nudes

Status: nudes não solicitados da alma.

Comprei a passagem, mandei email pra Chefia de Departamento, tenho a casa desocupada pelos inquilinos. Um pouquinho de mim já está no Brasil. 

Moço, pode ser ou está difícil?

Prefiro as maiores distâncias e os problemas incontornáveis. O que não tem remédio, remediado está. O que demanda cuidado me encontra, madrugada adentro, insone, a beira do leito onde a possibilidade, débil, se recosta. 



Eu vi essa imagem no blog da Fal e fiquei hipnotizada, achei tão, tão linda. Ainda nem sei dizer direito porquê, mas fui lá espiar um tantão de vezes. Pode ser que o encanto esteja naquele lance "Sociedade-dos-Poetas-Mortos", olha aí, eles também tinham sonhos, aspirações e sussurram pra gente: corre, tá na hora, vai todo mundo virar fotinha esquisita nos álbuns de família e comida de minhoca. Pode ser. Pode ser também porque fantasio um mundo menos rigoroso ou pelo menos mais inconsequente em alguns aspectos na barriguinha do cara da esquerda ou na tanguinha do moço quase no meio da foto. Pode ser de pensar: mas, gente, modiquê se jogar na água, provavelmente gelada? Ora, por ser gente e ter estas venetas. Me legitima de alguma forma. Sei lá. Gosto imenso dessa imagem e da vida e finitude que ela narra. E do laço entre isso e eu.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...