sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Acústica

A vantagem do peito vazio é a acústica.

Muito, muito tempo atrás, o humorista Paulo Diógenes terminava as apresentações se (des) transformando dos personagens e se fantasiando de palhaço. Preciso renovar maquiagem e peruca.

Buttons e toda essa dor a moda antiga.



Há muitas formas de contar uma história. Qualquer história. A nossa história. Há demasiadas palavras para chegar onde não fomos, para dizer o vazio que ocupa o lugar do futuro. E, no entanto, eu só nos sei em silêncio.

Vou desamarrando os laços, estourando os balões, fechando as janelas, apagando a luz. Acabou a festa.

Status: aquela hora em que o Pedro pedreiro quer voltar atrás.

O silêncio com peso e textura. Feito uma bolha. Que aprisiona. Que sufoca. Que imobiliza.

E eu só espero fechar a porta devagarinho. Mala leve, alma leve. Sem precisar de mais. Sem desperdiçar nada. Depois da lágrima tirar a maquiagem, ir embora cantarolando:


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...