sexta-feira, 1 de março de 2013

Dois pra lá, dois pra cá


A vida em soluços.

É que eu não tenho histórias pra contar. Só essa vida e eu, passageira.

Há noites em que tudo parece mais simples do que é e eu só queria mesmo teu pé enroscado no meu.

Dean Martin, bêbado em Rio Bravo. E a voz, gente, e essa voz?

Melhor momento do dia: tomar banho, água quente escorrendo no corpo. Pior momento: antes e depois, nua no vento frio.

Porque eu também tenho medo. Só não descobri ainda de quê.

"Se não fosse esse nosso imenso e difícil amor. Não fosse esse abismo entre nós, eu te convidaria a dançar o meu último bolero".


Sinto falta de Brothers & Sisters.

Eu quero um samba feito só pra mim.

Às vezes a alegria não basta.

Eu vi Hitchcock e o Anthony Hopkins parecia estar se divertindo muito.

Aí você lê (você, aqui, sou eu, mas pode ser você você. Diria mesmo: leia, se faz favor) o post da Camila e fica pensando que mundo é esse em que descrever uma característica física deve soar como ofensa. Gorda, como isso pode ser, na cabeça de alguém intrinsecamente ruim e atestado de caráter?

Já que não posso voltar pra casa, volto aos mesmos livros de sempre. Eu os conheço, eles me conhecem. São, por vezes, ariscos ou ríspidos, mas com aquele toque de afeto íntimo presente até entre inimigos que convivem a muito tempo.

Winter is coming

Ele não tem hipótese no lugar de ele não tem chance, ainda me acostumo.

A coragem de dizer a verdade. A elegância e a delicadeza de não fazê-lo.

Algum dia ouvirei Rizzo sem chorar?


2 comentários:

Renata Lins disse...

Essa sou eu, ouvindo a Rizzo aos prantos.
Grease, né. Muito parte da história. Já é covardia em si.
E tem o resto.
"já que não posso voltar para casa, volto para os mesmos livros de sempre".
Eu moro neles, mesmo. Nos livros de sempre. Me aconchegam, me acolhem e me dão colo.
Beijo.

Camila disse...

Aí a gente lembra do stand up da Marilena Chaui - xingar uma pessoa de gorda (ou de magra), de velha (ou de jovem), por mais que a gente saiba que só um dos polos desses binarismos apareça nos xingamentos... Abominação cognitiva, serião.

Isso que você falou com os livros? Eu tenho com música. Casa não é onde meu cachorro está, casa pra mim é onde toca Elis & Tom. Um beijo, querida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...