domingo, 30 de dezembro de 2012

Ano Velho. Ano Novo.



Em 2012 eu fui feliz. Não sempre, não todo dia. Teve o tempo do desassossego. O tempo da dorzinha fina. O tempo da solidão. O tempo da indecisão. O tempo da saudade. O tempo da angústia. E o tempo do riso fácil, dos abraços fartos, do amor explícito. O tempo do afeto certo e certeiro. Em 2012 eu fui. E vim. Feliz. Dessa felicidade que é feita do querer gostar. Gostar de mim, do outro, da vida. Do tempo. Em 2012 eu fui feliz, dessa felicidade que é feita do reconhecimento de que o humano é falho, incompleto, imperfeito. Eu. O outro. Em 2012 eu fui feliz, dessa felicidade de saber que ter um olhar generoso pro outro me faz mais gentil comigo. Em 2012 eu fui feliz, uma felicidade feita de encontros. E vontades. E faltas. Em 2012, eu.

Em 2013, mais. Tenho planos: mais eu. Mais idas, mais vindas. Mais feliz. Dessa felicidade feita do desconhecido. E do reconhecimento. Dessa felicidade feita do mesmo. Dessa felicidade feita do permitir-me. Do aceitar-me. Dessa felicidade feita de outros. Disso que insisto em chamar felicidade mas que, de noite, na cama, olhos fechados, eu sei seu nome secreto: vida.




E Porque Eu Me Repito, Meus Desejos Para 2013:


Que a Vida me seja Leve...
...Mas Não Sempre 
(que há sempre um bom e necessário peso)


...Saiba a Hora de Partir...

Que Eu Saiba a Hora de Esperar...
...Saiba a Hora de Ficar...
...E Que a Vida Só Me Atropele o Necessário

Que em 2013 Eu Ainda Tenha Algo a Dizer...

E Que, De Vez Em Quando, Acerte no Dito.


Para Todos Os Que Flanam Comigo:



E um dos melhores e sintéticos posts de ano novo: aqui.

10 comentários:

Renata Lins disse...

bom, agora que eu até me achei na foto, fica tudo lindo... (#autocentrada)
Borboleta, deixa eu dizer que o meu ano se encheu mais de risos, de leveza e de afeto por conta do encontro contigo. E agradeço. A você, aos deuses, à vida.
Beijo grandão. Uma fã.

Danielle Martins disse...

Ao contrário da Renata, não estou na foto e deve ser por isso que fiquei devendo umas gargalhadas pra vida. 2012 senti sua falta e senti falta de mim... que sabe em 2013 ressurjo e apareço por aqui? Te adoro!

Danielle Martins disse...

Ao contrário da Renata, não estou na foto e deve ser por isso que fiquei devendo umas gargalhadas pra vida. 2012 senti sua falta e senti falta de mim... que sabe em 2013 ressurjo e apareço por aqui? Te adoro!

Inaie disse...

:-)

Feliz 2013. E que ele te traga ainda mais vida. Mais você e mais felicidade.

Pedra do Sertão disse...

Muito bom ter um ano assim...por isso aproveito para desejar um 2013 bem diferente...além de paz, prosperidade e alegrias para nossos seguidores...meu desejo é que haja mais poesia para alegrar a vida!

Abraço do Pedra do Sertão

Caminhante disse...

Fomos e continuaremos sendo. _o_

Rita disse...

Feliz ano novo, querida.

bj
rita

Niara de Oliveira disse...

O que sempre levo da vida são as pessoas e os afetos. "Só". E 2012 me trouxe novos afetos e pessoas imprescindíveis que vou levar para o resto da vida comigo. Tu entre esses. Só posso bendizer 2012 e desejar te reencontrar em algum dia de 2013, além mar quem sabe...
Te amo!
<3

O+* disse...

Espero ao fim de 2013, ler novamente este post e pensar... como é bom ler alguem que traduz o que eu gostaria de ter escrito ;-)

Angélica disse...

Felicidades vida! Não carece desejar alegria a alguém com um sorriso desses mas mesmo assim muita coisa boa pra você em mais esse ano. SuperLú!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...