sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Rapidinhas. Se assim lhe parece.

"Se alguém perguntar por mim, diz que fui por aí, levando um violão embaixo do braço..." Ou melhor, uns livros.

A quem interssar possa: luz de velas. Sim.

Ainda bem que eu só comentei, não reclamei, quando demorava a escurecer. Agora posso reclamar que escurece 17hs. Mas, pensando bem, não vou. Ainda não. Vou guardar minhas três ou quatro palavras ásperas para algo realmente desgastante.

Castanhas portuguesas assadas no forno: delícia.

Pó de Pirlimpimpim e a vida estaria perfeita. 

Cafuné de mãe devia ser considerado artigo de primeira necessidade.

E quem quiser mais, tem post meu ali.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...