quinta-feira, 26 de abril de 2012

Vem Dançar Comigo



Dos Silêncios

Fez-se silêncio. A casa ficou enorme. Não mais as conversas interrompidas por gargalhadas, os passeios guiados pela maresia, as comidas com sabor de gentileza. Fez-se silêncio e um oco a que se costuma chamar saudade. Fez-se silêncio e memória. Fez-se silêncio e projeto. Fez-se silêncio e promessa. Fez-se estrada e novas conversas, outros sabores, outros lugares, nós mesmos, outros. Fez-se aquela dorzinha gostosa de sentir falta de alguém que realmente se ama e faz diferença no viver.



Elas vieram. As duas. Aquelas. A de sacadas inesperadas e frases geniais. A de ponderações precisas e olhar inusitado. Vieram. As duas. Em risos, cervejas, ondas. Vieram em conversas incompletas e braços acolhedores. Vieram em olhar generoso, palavra leve, mãos gentis. Vieram fazendo festa. Elas vieram. As duas. Aquelas. Minhas. Amigas.


 O Cravo Brigou com a Rosa

E é mais um pouquinho de silêncio: fez aniversário, ontem, a Revolução dos Cravos, em um cotidiano de tristeza e pouca perspectiva no meu querido Portugal. Uma revolução com flores e música, tem como não comover olhos, peito e planos? Há, claro, o que se discutir. Mas eu prefiro, hoje, deixar o Chico embalar o sonho de um momento assim: povo que festeja na rua, flores nas espingardas, e uma esperança feita de música. Liberdade, essa palavra tal e tal. Clichê, mas que calorzinho que dá no peito e que brilho que põe no olho, né?


Sinatra

Nós já não teríamos pressa. Seria à meia luz. Você, calça e meias. Eu, camisola e ponta do pé. As mãos entrelaçadas encostadas no seu peito. Seu queixo em cócegas no lado do rosto. Passos lentos. Chamaríamos vitrola, sabemos fingir que podia ser sempre o mesmo tempo: o tempo de ficarmos juntos. Rodopios. Sua barba misturada ao meu cabelo. Um suspiro, não sei se meu ou seu. As mãos livres brincam de reinventar corpos. Quase não nos movemos. Fazemos sombras que se enroscam nas paredes do quarto. Tudo morno. Fecho os olhos e é em azul o entregar-me.




4 comentários:

Renata Lins disse...

Eita, quanta declaração bonita...!
:-) Beijo enorme, flor, na madruga. E olha, tô comendo só agora... depois de você!

Rogerio Rinaldi disse...

Adoramos o seu blog,é maravilhoso e sempre estamos por aqui conferindo todas as novidades.
Desejamos a vc uma ótima quinta feira.
Estamos com a campanha G+1 e contamos com a sua participação.
http://sbrincos.blogspot.com
http://www.airu.com.br/loja/sobrincos

Rafa disse...

Silêncio. Tá aqui. E isso é bom e maldito.

Bjinho

renata disse...

É muito acolhimento. Saudade da sua risada ao vivo e em cores. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...