segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Do Passar dos Dias


Do Vira-Lata
Dizia o Nelson Rodrigues que o brasileiro tem um complexo de vira-lata que nos faz cuspir nas imagens que nos são mais favoráveis. Pouca coisa, atualmente, representa melhor esse conceito que o desprezo sistemático pelo talento do Neymar. Cansa a repetição do termo cai-cai associado a ele. Quem viu o último jogo do Santos deve ter visto duas coisas: o espetáculo que ele, Neymar, proporcionou - com chutes precisos, gols, cabeçadas, passes, dribles,  serviço completo – e o tanto que ele apanhou. Falta atrás de falta. Ah, claro, não eram faltas desleais ou violentas, não estou dizendo isso, mas aquele constante: pega na bola leva uma rasteira, puxão, calçam o pé, cutucadinha no tornozelo, etc. Ele cai. Muito. Porque ele é magro, leve, está em movimento e apanha. Ou, ainda, quando não é falta, esbarram, chegam junto. Outro jogador de corpo mais forte pode deslocá-lo sem dificuldade. É claro que ele pode optar por tentar ficar em pé e acho que com o amadurecimento ele vem tentando mesmo fazer isso. Mas isso não significa que ele faz algo de errado caindo quando é derrubado, ora. O certo é que é um jogador de nível técnico acima da média, com precisão e um enorme carisma. Tá bom da gente pensar que está cuspindo no prato que poderia nos alimentar.


Das Boas Coisas
E, hoje, começam as aulas. Vou contar, eu não pensava em ser professora. Na verdade, não pensava muito nisso de trabalho. Fui fazendo o que aparecia – e aparecia de acordo com caminhos e escolhas conceituais que eu ia fazendo. Enfim. Um dia, a sala de aula. E tudo mais que compreende isso de lecionar-pesquisa-extensionar. Gosto de tudo. Gosto, especialmente, desse frio na barriga do primeiro dia. Conhecer a turma, adequar conteúdos a expectativas, tentar construir um espaço de aprendizagem e troca. Esse semestre vou lecionar uma disciplina chamada Dinâmica de Grupo nas Organizações. E me veio a idéia de usar filmes como fio condutores da discussão. Assim, em todas as aulas do semestre, eu disse todas, veremos um filme (isso só é possível porque tenho quatro horários seguidos, rá). Trataremos do conceito de grupo, classe social, interações/relacionamentos, conflito, liderança... tenho aqui uma pré-seleção dos filmes que quero passar: Henrique V, Duelo de Titãs, 12 homens e uma sentença... quem tiver sugestões, a casa agradece.


Dos Presentes e Suas Mensagens
Eu queria ser mais, como direi, ligada na aparência. E nos acessórios, roupas... Queria ter mais de uma bolsa e sair combinando lenço e brinco. Queria comprar roupas porque elas me fazem bonita. Mas não. Esqueço. Uma bolsa (brigado, Bia), um sapato, uma sandália e uma chinela. As mesmas roupas de dois anos atrás (abro a pasta de fotos das viagens a São Paulo e só sei de que época são pelo tamanho do meu cabelo, porque os trajes são os mesmos). Batom sai da validade. E por aí vai. Mas dá pra pensar na gravidade da coisa quando, na mesma semana, uma irmã me dá um sapato e a outra uma carteira. Desculpa, mãe. Vou melhorar.


 Dos Noivados e Outras Afinidades
Faz tempo que quero partilhar aqui uns caminhos que ano percorrendo com alegria. Vamos?

Na Transversal do Tempo e Jornalista Incidental são espaços do meu noivo-ogro. Tá, ele torce Fluminense, mas dorme pouco, bebe muito e trabalha em casa. Partidão, né?

Pipoca Comentada é aquele espaço que todo mundo que gosta de cinema, informação e inteligência tem que visitar. 

Afetivagem é o blog do meu querido Ruy com quem pretendo tomar, breve, uma cerveja. Eu sei, eu sei, a gente o lê em Escrever é Triste. Mas quanto mais Ruy, melhor, né?


Groselha News, espaço da Bia que, além de ser generosa (tenho bolsa, beijos), escrece com humor e sagacidade.

E não deixem de ler o Futepoca e o Biscate Social Club, espaços que são generosos o bastante pra me aceitarem rascunhando o pensamento lá.

4 comentários:

Juliana disse...

Eu queria ter irmãs desse tipo aí. Meu armário ficaria feliz. Sofro do mesmo mal das fotos. hehehe

Lica disse...

Esqueceu de comentar que já é por conta do aniversário. Não existe almoço grátis.
Beijo!

Mari Biddle disse...

Sei que foi força de expressão, but não se atreva a combinar sapato com o lenço com o brinco - combinadinho não rola mais e é para gentes apagadinha. Coisa que você não é, nem nunca será. Sua luz, raio e estrela!

BejO!

Rafa disse...

"Palavras" aqui e lá.. eita sincronicidade! Bjinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...