sábado, 19 de fevereiro de 2011

Ela Vem Chegando

Ela demorou. Vai ver, o trânsito está péssimo. Mas ela vem chegando, eu reconheço a risada, os meneios, os desejos. Eu a conheço, esta mulher, eu a quero logo aqui. Pois ela cozinha ouvindo/espiando dvds, tipo, sei lá Maricotinha, Toquinho, Zeca Baleiro, Simonal. Ela tem a geladeira grande, cheia de produtos diferentes pra fazer saladas que ela nem advinha se vai gostar ou não. Na geladeira dela se encontra: camarão, leite, queijo gorgonzola, suco de lichia, presunto, melancia, azeitona, mussarela de búfala, iogurte. Ela brinca com seu liquidificador/multiprocessador. E faz sanduíches de vários tipos e sabores pra agradar seu filho. Ela gosta de ficar na cozinha, sentir sabores, texturas, cheiros.

Um dos seus prazeres é organizar a prateleira de temperos, que às vezes estragam porque são tantos e tantos que não se usa todos. Ela viaja pra fazer o mercantil. De biquini, dirige 250km só pra comprar peixe fresco. Ela experimenta, combina, erra na cozinha. E, finalmente, descobre o que significa colocar a massa pra descansar. 

Ela gosta de lavar os pratos, sozinha e descalça, na silenciosa cozinha. E odeia lavar as roupas que estende no quintal ensolarado. Falha nos serviços domésticos, ela lava os banheiros tomando banho e chama a faxineira uma vez na semana, porque odeia passar pano na casa. Ela não sabe faxinar, mesmo.

Quando o calor aumenta, ela toma banho de chuveirão no quintal com o filho que já é quase um rapaz. Ela e ele, mãe e filho, se esticam em almofadões na sala lendo livros e tirinhas da Mafalda. Já noite, ela passa no corredor reclamando que já é tarde, desliga o video game, vai dormir que amanhã tem aula. Ela é um pouco ranzinza, convenhamos. 

Esquece coisas nos lugares mais improváveis e sobre e desce as escadas incontáveis vezes. Ela senta no chão, no meio da sala e fica sonhando decorações que nunca serão porque ela sempre tem outras prioridades. À noite, cansada das aulas, reuniões, cansada dos alunos e dos senões, senta na varanda, estica as pernas e bebe, só e feliz, uma (ou várias) taça de vinho antes de ligar o computador no colo e ver as últimas novidades em emails e blogs. 

Seu quarto é uma obra em andamento. Ela dança sozinha no quarto, música muito alta, pulando e cantando (gritando?) suas partes preferidas. Há livros empilhados no pé da sua cama. E em cima da cama. E em quase todo canto. Ela, às vezes, acorda a noite e passa perto da porta do outro quarto só ouvindo a respiração do seu bebê de treze anos. Tá dormindo? Tá.

Se ela trabalha de manhã, faz isso no escritório em casa e à tarde vai pra Universidade ralar em outro lugar. Mas, quase sempre, a manhã é pra seus chamegos pessoais: ler, tv, cozinhar. E, se estiver meio deprê, dormir. 

Ela gosta de receber os amigos. Ela cozinha, limpa, conversa, derruba coisas, ri alto. Dá festas. Encontros. Bate-papos. Não importa, tem gente, é bom. Os amigos chegam pra jantar, pra passear, pra ficar. Há quartos, ela diz sempre, convidando pra ficar. Ela decora a casa no pensamento, enquanto não tem dinheiro pra comprar móveis, e muda o estilo zilhões de vezes que travesseiro é quente e barato. Ela abandona a casa sem pudor, bandoleira, pra visitar parentes e amigos de todas as distâncias.

 No domingo ela corda cedo, limpa a bagunça da festa da véspera, deixa uma salada pronta, tempera o peixe e dorme um bom sono das dez ao meio dia. Ou, acorda cedo, vamos logo meu filho, e se peneira pra praia. 

Ela aluga dvds. Mais do que os que consegue assistir. Ela se perde na internet planejando viagens que não sabe se vão acontecer. Usa batom, lenço e lembra de passar hidratante antes de dormir. Ela chega tarde às vezes e sobe pé ante pé pra não acordar ninguém. Ela gosta de tomar sorvete na praça, mas o filhote já acha mico e prefere pedir sushi em casa. 

Ela dorme sem roupa e anda pela casa só de blusa enquanto o guri tá na escola. Assiste noticiário e chora com os desastres, irrita-se com os escândalos e ri dos absurdos humanos. Isto tudo sozinha, de madrugada, que jornal só presta o último. Ela come, dorme, ri, transa, bebe, ri, conversa, sofre, chora, pensa, esquece, ri, vive. Ela vem chegando.


Enquanto Ela não vem...

E os não sei quantos livros fazem pilhas no chão, esperando ser organizados. Em um ímpeto de amor por eles baixei um programa gerenciador de biblioteca para cadastrá-los antes de tentar enfiar oitocentos e poucos livros e não sei quantas pastas de cartas, cartões, telegramas, etc. em duas minúsculas estantes de ferro. O cadastramento tem sido um processo ridículo, até agora 20 horas de trabalho correspondem ao cadastro de...20 livros. Cada um eu pego, folheio, leio partes que me agradam, aí vou decidir em que pilha fica o volume e acabo separando uma porção pra reler. Balanço: dos 20 cadastrados, 07 estão na seleção da releitura. Sério, a quem eu penso que estou enganando? as aulas vão começar, os artigos precisam ser escritos e enviados a congressos e revistas, monografias devem ser orientadas e a pilha da releitura vai crescer. Daí? menos horas de sono, claro, o que é que eu estava pensando? quatro por noite são suficientes.

Daí que pra aproveitar todo este "trabalhão" de pegar livro por livro, quem quiser conhecer minha biblioteca vai ser fácil: vou apresentar os livros que for cadastrando no Olhos da Borboleta que pra aguentar a empreitada está até de cara nova (primeiros 10 livros já estão aqui: tem de Suave é a Noite até A Assustadora História da Medicina).

Ah, vocês repararam que se quiser falar comigo agora tem um email aí ao lado, disponível?  

12 comentários:

S. disse...

Flor, doidinha para conhecer o novo casulo. amo-te

O Divã Dellas disse...

Que coisa mais descontráida e gostosa de ser lida...
É um convite à vida e à felicidade.
Beijão.
Cinthya
http://odivaadellas.blogspot.com

Dona Lô disse...

Gente, adorei isso. Tem um pouco de mim nisso... Menos do que eu gostaria que fosse, mas amei.

Joana Faria disse...

Lindo o post. Adorei essa mulher. Ela me agrada. Parece saber ser feliz, que é raro e dificil.

Boa sorte com a organisação dos livros, Borboleta! Eu tentei fazer algo parecido aqui em casa, mas desisti. Os meus livros hoje vivem bagunçados, alguns empilhados ao lado da cama, como no quarto da sua personagem. Outros moram no sofá, me obrigando a sentar no chão. :)

Beijo grande!

ativista disse...

Da hora teu blog.
Parabéns!!
Seguindo,Segue ai tbm.
http://hiphopactivistface.blogspot.com/

Danielle Martins disse...

saudade de chegar...

Rosa Lopes disse...

Ansiosa aqui que ela chegue...

Júlio César Vanelis disse...

Caraca madrinha... Adorei te conhecer, mais um pouquinho... Deu pra ter uma noção melhor da tua realidade...
Essa parte dos tempeoros de da cozinha foi a que eu mais gostei... Meu sonho, quando eu tiver a minha casa, com meu companheiro, é ter uma cozinha assim que nem a tua: não sei se é grande, se é bonita, mas eu quero um canto onde eu possa fazer minhas experiencias, organizar meus temperos, cozinhar para os amigos...
Depois você fala dos compromissos, das noites de sono de 4 horas... Total me identifiquei, hahahaha. Eu não sou muito organizado com minhas tarefas, mas sempre as cumpro, mesmo que tenha que reduzir minhas noites de sono...
Ahh madrinha, posts como estes me fazem ter ainda mais vontade de te conhecer... :D

Um grande beijo... Até o próximo!!!

Long Haired Lady disse...

enquanto lia ia visualizando tudo! rs
beijosssss

Palavras Vagabundas disse...

LU,
depois você me conta se o tal gerenciador funcionou, porque me mudei há dois anos e ainda não consegui organizar meus livros...paro leio, folheio, resolvo reler para o blog...ou seja,continuam bagunçados e distribuidos pela casa,kkkk
Felicidade na casa nova.
bj
Jussara

Allan Robert P. J. disse...

Gosto de gente viva e essa mulher tem vida que transborda. :)

Estou terminando um trabalho e já, já aceito o teu convite.

Beijoca

Renata Lins disse...

Chorei, chorei, chorei. Chorei vendo você, chorei porque é igual a mim. Tão igual. No que importa, tão igual. Os livros. Os amigos. As comidas. O filho, que no meu caso são os filhos. Mas igual, igual. Lu-espelho. Beijos. E viva você (e eu, né? ;))

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...