sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Na Cama

Quero começar agradecendo o carinho de vocês no post de ontem. De verdade. Eu continuo adoentada e as tarefas continuam me oprimindo mas, pelo menos, tudo ficou mais aconchegante no meu mundinho sabendo da estima de vocês. Aí ao lado foi o tanto de afagos que me senti recebendo...

Passei o dia na cama. Geralmente costumo gostar muito disso se junto tiver um cara fofo, cerveja, comidinhas, música e sexo. Dessa vez teve bananada, gemidos (de dor), solidão e sessão da tarde. Vamos concordar que não foi das experiências mais divertidas. Mas, no meio disso tudo, teve Mudança de Hábito II. Olha, a Whoopi é um fenômeno. Ela me hipnotiza. Uma cena inesquecível: em Ghost (filme bobinho, mas ela arrasa), quando ela tem que entregar o cheque como caridade. Um filme antológico: A Cor Púrpura. Ainda fico de olhos marejados só de lembrar. Gosto dos dois Mudança de Hábito, gosto especialmente de ver as freiras se divertindo, cantando, curtindo. É leve, meio Pollyana. Whoopi me inspira: primeira mulher a apresentar cerimônia do Oscar, a mais bem paga atriz na primeira metade da década de 90, politizada e engajada no sindicato dos atores, escreveu dois romances (não li, mas é uma coragem, pois já era bem sucedida em outras áreas) e, putz, dislexa o que torna tudo isso um tantinho mais complicado. 

Lá pelo blog da Rita rolou uma brincadeira: Eu já...Eu nunca... (que foi proposta pela MarinaW e já seguida pela Tina). Tem lista de todo jeito, com revelações incríveis. Pra melhorar o lance, rolou até premiação. São listas cheias de glamour e momentos intensos. Claro que fui fazer a minha e aí...putz! cadê as situações inusitadas e revelações assustadoras? Quer dizer, fora o óbvio eu nunca mergulhei no Caribe, nua, com o George Clooney...o que eu ia dizer? Meu senso de autopreservação/preguiça* nunca me autorizaram a pular de para-quedas, voar de asa-delta, nada nem parecido. Minha discreta vida amorosa não me ofereceu mais que um italiano, um argentino, um francês e, tá, um certo número de brasileiros, mas nenhum deles era o Chico Buarque. Minhas experiências culinárias são pífias. Minhas tentativas musicais são praticamente inexistentes. E, mesmo assim, minha vida é encantadora. Mesmo. Daí que minha lista ficou assim:

1. Eu já fiquei um tempão ao telefone confortando uma amiga
2. Eu já fechei os olhos e cheirei a cabecinha do meu filho recém-nascido
3. Eu já sentei na varanda e fiquei olhando a belezura da lua cheia
4. Eu já chorei no cinema
5. Eu já dei gaitadas numa mesa de bar com meus amigos
6. Eu já deitei a cabeça no colo da minha mãe
7. Eu já disse eu te amo
8. Eu já tomei banho de chuva
9. Eu já passei a noite acordada escrevendo uma carta 
10. Eu já coloquei música bem alto e fiquei dançando no quarto
11. Eu já tomei banho de mar e senti o sal temperando a vida
12. Eu já comi e bebi e trepei e achei tudo isso muito bom



1.Eu nunca danço funk (birra mesmo com letras que me comparam com bichos – cachorra, ou me definem pela anatomia – popozuda)
2. Eu nunca assisto dvd pirata
3. Eu nunca paro em fila dupla
4. Eu nunca me canso de fazer listas
5. Eu nunca dou tchau pros meus pais sem dizer eu te amo
6. Eu nunca pensei que ia desmarcar um casamento 15 dias antes da cerimônia

Daí me deu vontade de partilhar com o Júlio (que gosta de mim \o/) mais um pouquinho de mim que já passou por aqui:




Creio que sou mais Tigre que Calvin. Gosto do conforto. Do bem estar. De me enrodilhar no colo de um amor e ficar vendo o tempo passar, apreciando meu filho crescer em rápida brincadeira. Economizo nas passadas, nas jornadas, nos riscos e rabiscos. Ninguém espere me encontrar em rappel, corredeiras, escaladas... não estarei lá. Gosto de colchão macio, vinho na taça, belas imagens. Gosto de dormir, embora possa passar noites acordada em solenes vigílias ou alegres noitadas. Eu não preciso ir lá fora pra saber que está frio. Não preciso do desprazer pra reconhecer o gostoso. Não preciso aprender sofrendo, aprendo também com o riso e o bem viver. Sou amiga de mim, do meu corpo, da minha morte. Aprecio as coisas fáceis (inclusive os homens). Gosto do que eu sei de cara, sem subterfúgios. Gosto de Mozart e do seu populacho. Gosto do realismo de Machado de Assis. Gosto de saber o que vem amanhã e depois de amanhã e depois de depois de amanhã. Gosto de pensar num futuro construído devagarzinho, com amor, desejo, ternura. Gosto de deixar minha mão esquecida na dele. Gosto de flambar e deixar em fogo baixo. Gosto de gostar. É bom viver bem. Só deixa um pouco de incompreensão: não entendo aqueles que não querem ser contentes, aqueles que se expôem ao risco físico, aqueles que vão lá fora brincar no frio. Eu aprendi a ver a beleza do que se repete. Se é bom, eu quero é mais. E me divirto rindo de mim mesma e de como sou paba. Aliás, me divirto.

10 comentários:

Paulo disse...

Oh, minha querida!!! Melhoras por aí! Ninguém merece ficar de cama às vésperas de um final de semana tão bonito (pelo menos em São Paulo, previsão de sol, yeaaaaaaah!!!)

E sou mais Calvin, hehe... Tá vendo por que a gente se dá bem?

:D

Atitude do pensar disse...

Hum..
Sempre me sinto leve quando passo aqui, pode até aparecer um lagriminha escorregadia, mas é de alegria, frescor...
Estou viciada...
Eu, melancólica como sou, que enxerga a beleza na tristeza...
Ah, sou um pouco dos dois, e quem não é?!

Fica bem, tá.

Bjin,

K.

Shuzy disse...

Tá, vc ainda tá doentinha, mas, consegue fazer rir né?
"Gemidos (de dor)"
Achei engraçado... hehehe

Juliana disse...

Ahh, eu vi mudança de hábito tb! adoooro o segundo ,com aquela dana da Lauryn Hil, diva, linda!! como boa carioca que sou, digo que a whoopi é sinixxxxtra! kkkk

Adorei sua lista. pensei em fazer uma tb ,mas padeci da mesma falta de coisas incríveis e inusitadas que vc. Esse ano , fiz um monte de coisa inusitada, mas um inusitado só pra mim mesma. kkkk

Glória Maria Vieira disse...

Borboleta querida! Ando meio ausente, mas é por questões da faculdade. (Como eu queria que o dia tivesse, nessas horas, mais de 24!:/)

Vou ler agorinha o poste passado, entretanto, deixo claro que meu sumiço é obrigatório!:~ /omi

PS.: Quando me desocupar mais, farei essa listinha tbm. hihi Adorei a sua, viu?! E pelo que entendi, tá doentinha, né?! Melhoras, amor!

Beijo

Júlio César Vanelis disse...

Ahh, que post lindo dindinha... O que mais me deixou feliz aquí hoje foi, além de conhecer mais um pedacinho seu, foi constatar que esse pedacinho se parece muito comigo... Não gostei apenas, me identifiquei, e fico muito feliz de me parecer com uma pessoa tão linda quanto você!!!

Um Beijão!!! Melhoras sempre... E até o próximo post...

Rita disse...

Engraçado é que, se você fosse criança, estaria toda feliz: na cama, sessão da tarde...

(Só uma tentativinha de te ver mais animada...)

Bj
Rita

HG disse...

Nem foi tão ruim assim, vai....
Nem tiveste de tomar chá de alho com limão!!!
E dar uma parada é bom também!
Voltas mais revigorada.... espero! rsrsrs
Bjs

Mari Biddle disse...

Olá, melhoras para ti! Beijocas e volte logo!

Borboletas nos Olhos disse...

Mari,obrigada (e eu não deixo de vir mesmo dodói, rsrsr)

HG, dependendo de quem recomendasse o chá, até me animava..

Rita, realmente, cama e sessão da tarde era o must, rsrsr...

Júlio, que bom que vamos nos identificando, é bom pro seu padrinho nos levar a passeios...

Glória, tô na espera da sua lista e que esse semestre letivo termine logo...

Juliana, querida, Mudança de Hábito e Harry Porter, já podemos começar uma cinemoteca

K., obrigada por sua gentileza...

Shuzy, sem riso não há solução, né?

Paulo, love you, sempre, meu Calvin do coração...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...