domingo, 17 de outubro de 2010

Maníaca dos Blogs





Talvez. Talvez seja você, com seu ar meio sério meio moleque, quase doce. Talvez seja você, ácido e direto. Talvez seja você dos grandes silêncios e da forte presença. Talvez seja você, com suas músicas no lugar dos dizeres. Talvez. Talvez fosse isso que eu esperasse: uma conversa que nunca termina. Ou uma que ainda não começou. Talvez eu tenha que me fazer menina pra merecer você, tão antigo. Talvez eu vá crescer pra ficar contigo, menino. Talvez seja assim: tudo simples e fácil. Ou não, talvez seja essa ansiedade de dizer a coisa certa, de fazer a coisa certa, tudo mais elaborado e difícil. Talvez eu não devesse ser tão chata, tão reta, tão certa. Talvez eu deva correr e te dizer toda essa coisa que eu tenho pra dizer. Mas desconheço todas as palavras. Quem sabe a gente dança? Eu quase adivinho seu corpo no meu, sua mão é quente e seu queixo faz cócegas no meu rosto, nuca, colo, coxas. Talvez eu deva sentar e esperar todas as voltas que o mundo tem que dar ao seu redor, todas as chegadas e partidas, todos os intervalos e hiatos. Talvez eu tenha que arrombar as portas e plantar-me no jardim. Talvez não seja nada, só esse roçar suave da tua mão na minha e esse desejo insuportável de me esquecer em você. Talvez.




Pois é, maníaca dos blogs, é assim que minha irmã, carinhosamente (pois tá), me chama. Só posso concordar. Quem lê a barrinha lateral sabe que escrevo regularmente em 06 (seis) deles e quem vai até o meu perfil tem surpresas ainda mais aterrorizantes. Além disso são 41 (é, isso mesmo, quarenta e um) blogs favoritos listados aqui e, eles sabem, são favoritos mesmo: acompanho todas as atualizações e, nos mais íntimos, comento diariamente. E eu não vou nem mencionar o tamanho do meu Reader. Serei eu uma desocupada entediada? Não se acanhem de conjecturar, eu mesma já me fiz estas perguntas trocentas vezes...daí lembro que só vou dormir duas da manhã e acordo seis e não costumo perder prazos no trabalho. Então, porque, se não sou desocupada nem entediada? Porque tanta leitura e tanta escrita e tantos blogs e comentários?


Escrevo porque não posso evitar. Não tenho nada a dizer, mas as palavras me perseguem. Clarice escreveu: "enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas, vou continuar escrevendo".  Mas ela também disse: "sei lá porque escrevo! que fatalidade é esta?" É nesse hiato que escrevo por aqui. Entre as perguntas que teimam em surgir e a impossibilidade de deixar de fazê-lo. Às vezes dói e as letras são cortes que sangram idéias. Às vezes é gozo, tanto de umedecer olhos. Escrevo pra mim, mas me agrada que alguém que se agrade. 

E aí vem a melhor parte. Eu gosto de gente. Gosto de gostar das pessoas. Gosto de querer bem, de dizer coisas carinhosas, de fofocar das coisinhas do cotidiano, de saber do outro, de presentear, de abraçar, de conhecer. Gosto de gente. E os blogs me trouxeram/trazem pessoas incríveis. Gente amável mesmo. Gente com quem eu conto, que já viajei pra encontrar e que já vieram me ver. Gente que nunca vi, mas que sinto como se sempre tivessem feito parte da minha vida. Gente com quem eu me preocupo se está triste ou se se sente sozinha ou se vai conseguir acompanhar as aulas em francês. Gente ácida, gente doce, gente gente (não digitei errado, é assim mesmo, duas vezes). Gente que me apetece querer bem. Teve
 o Paulo e o seu cantinho escuro. Creio que foi o primeiro. Nem lembro como ou quando cheguei lá, no cantinho escuro dele. Pronto, não consegui sair mais. Hoje, as coisas que em ocorrem ganham graça e materialidade quando partilho com ele. Veio a Joana, cemitério querido, amiga que o mar não me deixa saber, mas insistimos.  Depois veio a S e seu mudando os sentimentos. E vieram as idas e vindas e cervejas e vestidos emprestados e uma amizade de nem saber dizer. E o Rafa, ai, o Rafa e o seu Tanta Coisa!, fofo, fofo, fofo, meu correspondente carioca, de palavras mágicas e arrebatadas. Veio o Fred, amigo sabor fruta, enigmático, mas tão gentil no seu me fazer sorrir, chorar, pensar. Amigo das mais deliciosas despedidas. E tem vindo a Teresa, lenta e certamente, que já esteve entre as borboletas e, espero, breve estará de novo.

Aí, ontem. Duas lindas surpresas. 
Delícia 1: eu sempre leio o blog da Lola e, de um tempinho pra cá, comecei a comentar. Comentário vai, comentário vem e, entre todas as outras inúmeras comentaristas/leitoras da Lola, fui adicionada no facebook pela Dai. Começamos a conversar no face e para a pergunta "e aí, onde você mora?" ouvi uma resposta que me deixou atônita. Ela mora aqui. Na minha cidade. Ou ainda, na cidade que moro (a minha ainda é a outra, aquela que tem mar). Rimos muito e já marcamos tanta coisa que não dá nem pra listar. Bom, bom demais. Delícia 2: flanando no blog do Paulo vi o link pra esse post aqui: Por Um Brasil Sem Homofobia. Não preciso nem contar que fui direto lá, espiar, né? Comentário vai, comentário vem (again) e lá estou eu, listadinha como favorita. Ele (Gui) foi de uma delicadeza....(eu já disse que acho delicadeza a coisa mais fina do mundo? ah, já, um milhão de vezes). 

Foi desse encontro delícia 2, aliás, que vieram as palavras deste post. Porque eu quero deixar claro, muito claro, que acho incrível e simplesmente delicioso o encontro com cada palavras que cada pessoa deixa aqui ou nos meus outros blogs. Sinto até falta dos que comentam regularmente e, de repente, somem um pouco. Fico pensando: está tudo bem? tudo bem com você? tudo bem entre nós? (rsrsrs). Aí alguém vira e me diz que é uma falsa intimidade. E eu ligo? nem tchumbs, porque eu sei que eu realmente me interesso por quem leio, pelas idéias incialmente e, com o tempo, pelo sentir e pelo viver. Claro que não é tão bom quanto bater papo num café com bolo ou no boteco entre cervejas, mas um dia chega essa hora, ah, chega. E, se não chega, eu bem posso imaginar. E escrever. 

E ainda tem os bônus, né? O mundo dos blogs me permite ter pertinho os amigos que já eram antes e são sempre: 
HG do Travessia, Dani do Olhos do Coração, Évio do sporádico Contra a Maré, a Nanica dos blogs abandonados, Aninha, Li, Lori e até as manas do Miolo do Pote.

Então, permaneço, escrevo, leio, comento. Maníaca.


PS.
E sobre as eleições? Só posso dizer que eu conheci, via facebook, um eleitor do Serra. Comentário civilizado vai, comentário civilizado vem, talvez a gente permaneça conversando e fique amigo, talvez a gente até tome uma cerveja pós-eleição. Que tal estou me saindo, Rita?

PS2.
Aí alguém me diz: mas porque vários blogs? Porque não junta tudo, tudinho, aqui e pronto? É que cada um tem um sentido, objetivo, propósito. O  Outras Borboletas é um blog coletânea, ele arquiva frases, poesias, canções, charges que me tocam. O Olhos da Borboletaé um registro meio fotográfico/meio diário das coisas que estou vendo e  vivendo. O Eu Sou a Graúna é um blog confessionário. O Só Miolo de Pote é espaço coletivo de encontro, amizade, humor, prazer. OEstrangeiros na Terra é simbólico. Ninguém quase escreve, mas todos mantermos nosso nome lá é um jeito de dizer que nos amamos, sentimos falta um dos outros e queremos ter algo em comum.



PS3. E pra receber os elogios do Allan, lá vai, essa sou eu (a foto permanece aqui por 24 hs, depois eu sumo com ela, ok?):




PS. A responsável pela belezura da foto, claro, é a fotógrafa: Aninha, amiga amada e querida e fofa e acolhedora e incrível cozinheira e, claro, fantástica na fotografia...

14 comentários:

Gui disse...

Gente, serei first (primeiro em inglês)?

Olha, querida, saiba que também partilho do seu vício. Comecei lendo 1, depois 2, 4, 7, 20, agora são 26 acho. E leio todos, comento todos (quando tenho algo a dizer, é claro) e me supreendo de encontrar ainda mais blogs bonitos como o seu.

Sobre a foto: você é linda, casa comigo? *-*

Palavras Vagabundas disse...

Você só pode colher muitos amigos com esse sorriso!
abs carinhosos
Jussara

HG disse...

Adoro seu jeito de amar... Adoro vir, diariamente aqui e me encontrar contigo.
Te amo!!!
Saudades sem fim!
Ah... tira a foto não!

Glória Maria Vieira disse...

Caramba! Como você é linda, Borboleta! *-* Sério... que sorriso fabuloso!

Enqnt ao poste: MARAVILHOSO!
Menina... esse talvez quase me fez chorar... talvez, ele ainda vá fazer quando mais tarde eu o reler. :~

Danielle Martins disse...

Linda! Você não só é maníaca como nos faz ficar também!

HG disse...

Concordo Dani!!!!

Belos e Malvados disse...

Some com a foto não. Tá linda. ( E também acho que o melhor dos blogs são as pessoas por trás deles)

Rafa disse...

Querida! Eu ando em crise com as palavras, com o blog, com as cartas.. até com os livros acedêmicos. Ando sentindo tanto, ainda que de forma suave e delicada, que não sei tornar tudo isto palavra. Parece um vácuo de sentir, de experimentar só, sem nenhum pensamento, nada de conceito, só sentir, sem que surja nenhuma idéia.

Mas tá bom, tá bom. um dia, o hiato acaba.

Bj enorme

Shuzy disse...

Que foto feiiiia!
hehehe

Esse é o teu único defeito, a sua casa não deve ter espelhos... hehehe

Rita disse...

Meudeusdocéu! Que linda que você é!!!!! Caramba, que bacana ver seu rosto! Nossa, Luciana, mostra essa cara mais vezes, né? Energia boa demais nessa foto, adorei!

Parabéns, querida. Você é linda por dentro e por fora. Ui, que megaclichê! Mas megasincero também.


Beijos,
Rita

S. disse...

saudades, minha linda. saudades...

Allan Robert P. J. disse...

Você deve estar andando na companhia de míopes ou cegos, se não costuma receber uma enxurrada de elogios. O Gui, lá em cima, já se pronunciou e eu tenho a impressão que este sorriso seja uma expressão permanente.

Sério mesmo que não tem ouvido elogios? Faça um teste audiométrico urgente. :D

Beijocas

Dai disse...

Ow, rapaz... e eu adorei conhecê-la. Fico contente pela menção, espero conseguir encontrar tempo para a gente se articular e fazer algo ainda antes da eleição. Seu blog já está cadastradíssimo no leitor de feeds, assim vou seguindo a leitura. :)

p.s.: linda foto, que sorrisão! :D

Borboletas nos Olhos disse...

Gui, você por acaso é funcionário público federal? rsrsr, assim posso pedir acompanhamento de cônjuge.

Jussara, obrigada por suas palavras e por sua presença. Pleeeaaasssee, comente sempre, viu.

HG, te amo.

Glória, Dani e Bela, somos lindas né?

Rafa, estarei sempre aqui pra você.

Shuzy, eu não tenho espelho mesmo, kkkkk

Rita, eu já disse que você sempre diz tudo do jeito mais certo possível? Pois é.

S de saudade, é?

Allan, obrigada, mesmo. Você sabe que eu trouxe a foto pelas suas gentis palavras? Fico sempre contente com seus comentários.

Dai, eu gostei demais de te conhecer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...