sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Sobre Aniversários, Adrys e Palavras com Sabor de Fruta...

Uma coisa sobre mim: eu adoro aniversários. Gosto tanto de festejar a vida dos que gosto! Gosto de cantar parabéns desafinadamente e fora de ritmo, gosto de presentear, gosto de fazer votos de vida feliz, feliz, feliz; gosto de parabenizar pelo bom ou mau gênio; gosto de comemorar, gosto de festinhas, festejos, festonas...Gosto, gosto, gosto.

Tanto gostar não garante, contudo, estar sempre ali, ao lado e/ou nos braços no dia e momento do aniversário de quem eu quero bem. Ontem, por exemplo. Pois é, ontem foi aniversário da Amiga. Amiga com A maiúsculo. Aquela que dirigiu quilômetros, com música alta e intermitente, marido animado pelo bebida, chuva na estrada, noite chegando, dirigiu e dirigiu pra me tirar de debaixo dos escombros de mim mesma. Mas não Amiga só das horas de dor. Amiga que passou tempos comigo comprando maquiagem quando eu resolvi que seria vaidosa. Amiga que fez minha mala de viagem quando eu não sabia pra onde ia. Amiga de conversas amenas e cotidianas no skype. Amiga que sabe sempre a coisa certa a ser dita. Amiga de trabalhos no sertão, trabalhos na praia, trabalhos que eram prazer. Amiga de receber meu filho como se dela fosse. Amiga de rir juntas. Amiga de ter raiva juntas. Amiga que diz vem e eu vou. Amiga que tem o coração tão grande que já recebeu nele meu pai, mãe, irmãos. Amiga que diz como vai porque realmente quer saber. Ontem foi aniversário dela. Uma vida que merece ser celebrada e eu nem estava lá. Não estava pra cantar e desafinar, não estava pra presentear, não estava num abraço cheio de votos de felicidade e de parabéns, viva, viva! Eu não estava. Não fiz festa, festejo, festona. Mas meu coração lhe desejou - e, Amiga, vamos providenciar, sim? -um pouquinho mais disso...



E, falando em aniversários e aniversariantes, hoje celebro - quiçá à revelia - o aniversário de gente nova no meu chamego, mas que chegou com palavras que têm gosto de fruta, às vezes doce, outras ácidas, mas sempre apetitosas. Por ser o que ele prefere, até pensei em dedicar-lhe isso. Ou isso (pois musicado e cantado pelo Chico é de muito bom gosto). Ou, ainda, isso (com o próprio João Cabral, é sim). Mas desisti, porque lembrei que querer bem nem sempre é oferecer o que o outro mais gosta e sim o que pode lhe fazer mais feliz. Convenhamos, receber o Parabéns como se segue é de fazer qualquer marmanjo feliz. Happy Birthday, Mr. President Sabor Nordeste...



PS. E, hoje, coração em festa, pois o povo do Ceará pode ir armando o coreto e preparando aquele feijão preto, eu tô voltando... quero tudo: meia dúzia de brahma, roupa de cama nova, telefone sem tocar pra não atrasar o papo nem o riso, quero flores, quero praia, quero o abraço na sala por cima das malas..tô chegando!

11 comentários:

Paulo disse...

Ah, eu adoro comemorar aniversários também!! Se bem que, depois dos 35, prefiro comemorar os aniversários dos amigos apenas... Odeio ver as velinhas aumentando com o passar dos anos! :P

Rafa disse...

Adoro aniversário dos outros! O meu me dá assim um certo encabulamento de ser tão amado.. rs Bj
P.S. Carteiro chegou?

Danielle Martins disse...

Viva! Viva! Parabéns pra Adry!

Belos e Malvados disse...

Também adoro comemorar aniversário, nem penso no lance da idade até porque parei nos 28 há muito tempo. Parabéns aos seus amigos e boa viagem até o Ceará. Se Deus quiser um dia volto naquelas terras. Tenho uma boa amiga lá.

Rita disse...

Ei, vai viajar?? Boa viagem, querida! Vá feliz e volte mais! Não nos abandone, hein? Beijão!!
Rita

Ricardo Chicuta. disse...

Até gosto de festas de aniversário,mas as festas surpresa são uma porcaria:
http://asaventurasdechicuta.blogspot.com/2010/01/festas-surpresa-sao-uma-porcaria.html

S. disse...

Fred né? Ai, amiga, adorei saber so vinhos, mesmo de ressaca. E gosto de anivérsarios tb, muito, muito, muito.
Mas vou te contar, Leoninos são pauleira viu? rsrsrsrsr

Fred Caju disse...

Grato. Muito grato. Não há poeta melhor para referenciar no post. coloquei uns cinquenta feijõezinhos no meu pote de felicidade agora.

Borboletas nos Olhos disse...

Paulo, eu amo envelhecer, rsrsrs...mas amo também bater palminha pros amigos.

Rafa, pode ir se acostumando a ficar ainda mais encabulado, viu?

Dani, ela merece, ela merece!

Belos, tem duas amigas, viu? E que lindos anos os seus eternos 28.

Rita, abandonar? Não dá, sou quase dependente desta interação aqui...

Ricardo, anotada a sugestão de stripers viu? porque se eu estiver por perto não há como escapar de festa...

S, só não coloquei no gelo porque arriscava eu beber antes de voce chegar. Ah, sou de peixes, gosto de leoninos, aliás, gosto de todo mundo de todo signo, ahahah, sou tipo facinha...

Fred, quando quero bem quero ver a pessoa entupida de feijõezinhos...

HGlauce disse...

Adorei o post, Lu.... E, parabéns pra Adry......

Adry disse...

Amei... chiuf (pra lá de emocionada)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...