domingo, 1 de agosto de 2010

Borboleta's Magnificent Seven

Eu flano, todo mundo sabe. Vou borboletando em blogs que admiro, aprecio, divirto-me, comovo-me e por aí vai. Num desses volteios vi, naquela estrada que me toca, uma idéia/desafio que me atraiu. Tem jeito leve e é assim que estou: de alma leve (porque? entre tantas coisas boas, uma das melhores, amigas em casa, muito riso, cafuné e papo).

É o desafio dos sete links. Eu tenho que fazer uma lista seguindo as seguintes indicações:

1. Meu primeiro post;
2. O post que mais gostei de escrever;
3. Um post que deu origem a um excelente debate;
4. Um post publicado em outro blog (não o meu) que eu gostaria de ter escrito;
5. O meu post mais útil;
6. Um post com um título do qual estou orgulhosa;
7. Um post que eu gostaria que tivesse sido lido por mais pessoas.

Claro que fica mais legal uma lista comentada, então lá vai:

1. Meu primeiro post, Cartas a meu Nelson Algren, fala de audácia e de abismos. Trata da necessidade de palavras pra preencher um vazio. Passou o amor, ficou o blog.

2. Esta brincadeira é difícil. Escolher o post que mais gostei de escrever supõe que eu lembre cada emoção de cada dia que parei diante do computador e deixei o sentir encarnar palavra. C'est ne pas possible. Mas lembrei de um post que me deu muito alegria escrever porque foi - e é - tão sincero e verdadeiro. Porque é simples. Porque é uma declaração de amor. Chama-se Meu Pai.

3. Esse é um critério que não se aplica ao Borboletas. Na máximo eu poderia achar um post que deu origem a uma bela conversa. Daquelas de cadeira de balanço na varanda, café e sol se escondendo. Ou papos de mesa de bar, música alta e cerveja. Debate? nunca. Resolvi usar o critério quantitativo, o post que teve mais comentários em 2009 foi Lá e Ló e em 2010 foi Lista das mulheres que gostaria que fossem minhas irmãs e dos homens que Deus nunca permita tal coisa!Ou Copiando o Manuel. Por sorte, gosto e me divirto com ambos.

4. Ai, eu gostaria de ter escrito tanta coisa que leio pelos blogs queridos. Tem blogs feministas como o Escreva Lola Escreva que malina no meu juízo, tem blog esportivo como o Com bola e tudo, tem os blogs amados listados aqui ao lado. Tem muita coisa linda, tem muita coisa informativa, tem muita coisa engraçada. Como selecionar? Ora, pensei (e julguei estar sendo sabida) vou escolher um post da Rita que me inspirou a fazer esta lista. Inglória tarefa. Gosto de gostar de tudo no blog dela, da escolha dos temas à linguagem terna. mas escolhi: Fora de Ordem. Eu digo amém.
PS. Não é trapaceando, mas depois do post finalizado, lembrei do que me fez considerar Rafa meu amigo de infância e paixão pra até quando ele quiser. Alegrias e eu releio e penso: Agora!

5. Este é o item estilo Missão Impossível. Fui procurar no paizão a definição de útil: 1 Que tem ou pode ter algum uso, ou que serve para alguma coisa. 2 Vantajoso, proveitoso. Não creio que algum post daqui tenha servido pra o que quer que seja. Mas, forçando bem a barra, no post Mudar o Mundo com Arte até que não me saio de todo mal e apresento duas idéias realmente admiráveis de como fazem suas partes de formiguinha na construção de um viver mais feliz.

6. Eu não sou muito boa em nomear meus posts, é como se o batizado fosse feito à minha revelia, o texto escolhe como quer ser chamado e lá vamos nós. Eu gosto de chamar de Chupando Drops de Anis a série inacabada sobre as lendas do cinema. Mas, talvez, o título que mais me diverte é Borboleta Tecnológica ou Como eu uso o Google Reader.

7. Eu gosto que me leiam, claro, quando vejo no mundinho ali ao lado que trinta ou quarenta pessoas passaram aqui em um dia, os olhinhos da borboleta brilham mais que bumbum de vaga lume (como eu já disse uma vez). Mas eu gosto mesmo é de ser comentada. Gosto quando as pessoas deixam suas impressões, suas experiências, suas sugestões, sensações. Pode ser: "não gostei nada", eu ainda fico feliz. Mas, pra cumprir a regra da brincadeira, fui atrás dos posts do começo do blog, onde só quem vinha me ver era a Lica, a Dani, o Contra a Maré e a Adry. E, mesmo assim, eles praticamente se revezavam. Cada dia um. Gosto dos textos do começo do blog como uma mãe orgulhosa recorda as bobices do filho quando era pequeno e os outros balançamm a cabeça sem entender direito. Queria que mais gente tivesse lido: Eu sou a Graúna? Talvez alguém tivesse respondido.

Foi muito bom passear na memória do blog. Voltear nos textos que fiz e, ao escrevê-los, fui me fazendo. Gosto de estar aqui. E, lá vem mais uma tentativa de interação. Você, um dos flanadores ocasionais ou volteador constante...o que você já gostou de ler aqui? No aguardo...


Um up no post: acabei de lembrar de um dos posts que tem mais e mais e mais a minha cara: Envelhecer. Acho que vou começar outro top seven:

1. Post que tem mais a minha cara
2. Post que nem parece que fui eu que escrevi
3. Imagem, frase ou vídeo que postei depois de ver em outro blog
4. Post meu no blog alheio
5. Post que eu reescreveria
6. Meme mais legal no meu blog
7. Post eu por eu mesma

Vou já tratar disso, ah se vou (estou adorando ser arqueóloga de mim mesma....)



5 comentários:

HGlauce disse...

Adorei o post!
Claro, é impossível eu copiar... o meu ainda é muito recente. Estou engatinhando em blogs.
E para responder ao seu desafio de eleger o post que mais gostei não pensei muito e nem fui a procura de relê-los para saber, pois lembrei logo de um que adorei e me animou para falar também do meu sertão. Então, voto em:
Só coisas boas ou O sertão da Borboleta.
beijo

Insana disse...

Vou entrar no desafio e se me permite levo ele adiante..

bjs
Insana

Rita disse...

Oi, Borboleta!
Que bom que você entrou na brincadeira! Mais tarde volto aqui para ler seus links e me deliciar.

Beijão!!

Rita

Borboletas nos Olhos disse...

HG, o seu é tão recém-nascido, mantém toda beleza da novidade. Adoro.

Insana, espero ansiosa ler seus links.

Rita, você é muito generosa. Bjs

Rita disse...

Borboleta, eu de novo. Tô adorando o passeio. Amei o post pro seu pai. Superútil o da Arte - e, olha, aquele "Brasileiros" me faz chorar, sempre! Só vi uns 3, é verdade, mas sempre vou dormir me sentindo uma ameba. O povo muda o mundo - mesmo, eles mudam pessoas. Ai. Lindo. Dolorido.

Ah, obrigada pelo link ao Fora de Ordem. Né? Não dá pra ficar imprimindo foto. Temos um mundo pra mudar, uai.

Bj
Rita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...