terça-feira, 15 de junho de 2010

Viver em Vermelho

Ando sangrando mar. A espera, eu venho descobrindo, é azul. Mas o desejo é vermelho. Escrevi, hoje, para alguém que admiro e gosto, que vivo em vermelho. Senti falta de ter isto aqui, onde as hemorragias se fazem letras. Um pouco de cor, um pouco de ânsia. Os dias não são feitos só de espera.
Demoro um pouco a gostar da nova cara do blog. É como se eu estivesse um tantinho mais nua. Ainda não é um meu vermelho: não é sangue nem é vinho. Mas arde. Como o sal do mar que ando chorando.

5 comentários:

Insana disse...

Todas as cores sao validas mais as que gostamos nos faz muita falta.

Bjs
Insana

S. disse...

Arrumou coragem fofa? Ela é vermelha tb, n achas? Minhas paredes se converterão em rubras semana que vem. Abraços apertados.
E obrigada pela força e amorosidade que parecem brotar de vc como rosas. Vermelhas.

Allan Robert P. J. disse...

As cores falam, enquanto o vermelho grita. Mas é um grito feliz.

ALEX disse...

Por Você sempre estar se reinventando, é um dos motivos para eu gostar tanto de você!

Mas sinto que não estar bem...

Melhore!

Um Cheiro

Alex Ramos

Contra a Maré disse...

Tudo ok com as cores. /falta um toque de preto aqui e acolá.
Porque andas tão eriçada fia?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...