sábado, 27 de fevereiro de 2010

Meio morta

"Tenho períodos de produzir intensamente e tenho períodos-hiatos em que a vida fica intolerável. Eu acho que, quando eu não escrevo, estou morta." (Clarice Lispector)

Às vezes o hiato vêm de dentro, vazio de palavras. Ás vezes o silêncio vem de fora. Do que não tem razão, explicação. Do que apenas é. Como um terremoto. E o silêncio ensurdecedor de gritos e choro que ele deixa.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...