quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Uma poesia...


Biografia
Por mais que se tente não se pode alcançar Cecília em palavras e, quanto a isso, ela já anunciou:

Escreverás meu nome
com todas as letras,
Com todas as datas-
e não serei eu.

Repetirás o que me ouviste,
O que leste de mim,
e mostrarás meu retrato-
e nada disso serei eu.

Somos uma difícil unidade
De muitos instantes mínimos-
isso seria eu.

Mil fragmentos somos,
em jogo misterioso,
Aproximamo-nos e afastamo-nos,
eternamente-

Como me poderão encontrar?
Novos e antigos todos os dias,
Transparentes e opacos,segundo o giro da luz-
nós mesmos nos procuramos.

E por entre as circunstâncias fluímos,
Leves e livres comoa cascata pelas pedras.-
Que metal nos poderia prender?

2 comentários:

ALEX disse...

Congratulações, ótima maneira de começar o dia!

Agora mudando um pouco de assunto, Hoje vai ter uma partida de futebol que se dependesse de mim OS DOIS deveriam PERDER...


Advinha qual é o jogo????


Um cheiro Alex...

Dani disse...

Lindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...