quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Sofrendo...

Eu bem que tento entender, mas teu comportamento é muito inconstante. Não posso contar contigo. Eu te amo, é claro. Muito e sempre. Nem me lembro de uma época em que eu não te amava. Muitas noites dormindo tarde, esperando por ti. Muitas tardes de suspiros, ansiedade, emoção. Tu, errando feio e eu sempre perdoando.
Mas é que não consigo esquecer as alegrias que te amar me dá. O coração batendo acelerado, a euforia, a incrível energia. Me desmancho toda. Tu seduz, encanta, arrebata. E falha.
Hoje, foi um martírio. Pra mim, estava tão óbvio o que não devias fazer. E fazias. Seguidamente a mesma coisa. Sem se proteger. Sem me proteger nem a ninguém que te ama. Chateio-me com as possibilidades que ignoras. Eu sei que conseguirias fazer o certo. Quantas vezes já reverteste esta minha impressão de que nada ia dar certo! Fazias eu esquecer que o amor é à distância, a separação de nossas realidades, a diferença de idade. Tudo diminuía ante o fato irrevogável que eu sou uma apaixonada.
Mas parece que tens um prazer em fazer sofrer. Penar. Gritar. Sinto-me traída. Porque aprendi contigo a defender valores que hoje te vejo ignorar. Quanto mais eu sabia de ti, mais arrebatada ficava e neste momento me sinto boba: o que fizeste hoje, tão distante da tua história...
Vou dormir entristecida, sozinha, magoada. Coração dolorido. Infeliz. Mas sei que amanhã já estarei procurando, agoniada, notícias tuas. Estarei torcendo pra você estar bem, pra ter superado tudo. Esperarei, ansiosa, o momento de te reencontrar. E pequenos gestos farão meu coração cantar: um lance mais ousado, uma postura mais avançada, tu mais rápido e direto. Torcer é assim. O vermelho e preto que me extasia também é vermelho de hemorragia e negro de luto. Mas amar um time é ter os olhos enfeitiçados. Logo tu tornas a ser a felicidade feito time, feito gol, feito jogo bonito que só o Mengo sabe jogar.

5 comentários:

Ana disse...

Assim nao da, eh sacanagem! Comecei a ler e foi me dando uma tristeza tao grande, uma angustia, aih no final suspirei aliviada :))
Sem querer diminuir a sua dor, mas, menos mal, ne?

Beijos, volte logo!

Contra a Maré disse...

É péssimo! Ainda bem que não vi o jogo.

ALEX disse...

Poxa eu fui dormir tranquilo 2xo, mas depois soube 3x2, que pena.....

Um cheiro!

Aline disse...

Poxa, borboletinha de asa partida, isso passa, daqui a pouco ele acerta de novo! Apesar de eu não entender nada do lance, mas a intenção é consolar! rsrs

Dani disse...

Concordo com a Ana, eu quase pego o telefone e te ligo antes de terminar o texto, ainda bem que meus anos de análises serviram, pelo menos, pra esperar pelo final... rsrs
Beijinos com cafuné!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...