quarta-feira, 15 de julho de 2009

Pintando o Sete: Pecado Nada Original

E chegou a festa do corpo, a alegria, o embriagamento, o riso, a loucura. Pois é, o pecado que me arrebata e arremata esta série: lá vem a luxúria. Devo advertir que, devido à minha formação, educação e etc. este post, ao contrário dos demais da série, não trará reflexão ou exemplos pessoais (ou apenas no nível mínimo). Meus amigos sabem que sou mais encabulada pra tratar de tais assuntos do que, talvez, pra vivê-los. Então, começo com o significado mais lírico relacionado à luxúria: exuberância ou viço dos vegetais. Então, posso começar pensando que luxúria tem a ver com vida em excesso. Sentidos alertas, excessivamente dipostos à percepção. Luxúria é libertinagem, lascívia, sensualidade, exuberância. Luxúria é embriagar-me, corpo e alma, com sensações. Assim, entendo que a luxúria não é apenas o excesso, é também e principalmente, o refinamento das sensações. Luxúria não é mesa farta, luxúria é dedicar-se lentamente a devorar sabores especiais que brincam na ponta da língua. Luxúria não se confunde com avidez, compulsão, busca desmedida. Luxúria é lentidão, strip tease, qualidade, ecolhas sofisticadas. Luxúria é elaboração. É saborear o outro: fala, cheiro, gosto, pele, ele. Luxúria não é pra qualquer um nem com qualquer um. É uma orgia, mas do sentir, do permitir-se, do aceitar-se. É o ápice do refinamento sensual. É sexualidade longe, longe, da animal. É a perversão completa do instinto. Lúxúria é magia que aprisiona, que demanda, que eleva. Um banho de mar, um tempero inesperado, um texto bem escrito, o suor do ser amado, uma paisagem, uma música, prazeres que luxuriosamente podemos gozar se nos abrimos e nos dermos o tempo do sentir. Sem pressa. Acolhendo o inesperado. A delicadeza. Essa é a minha luxúria. A que comungo e que convoco.

Mas tem outro lado, os pouco atraentes resultados da luxúria sem sutileza: o estupro, a pornografia, a pedofilia, a prostituição... A culpa parece que é desse cara aí. Asmodeus. Segundo eu entendi ele não é muito chegado a casamentos felizes e tal. É o demônio da sensualidade, da fornicação, da ira, do ciúme e de um bocado de coisa que atrapalha você e seu bem, felizes e juntinhos na cama, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, etc. Pra se ter uma idéia do bicho, matou os sete maridos de Sara, um atrás do outro, no próprio dia de cada união. Tadinha. Só foi salva por Tobias que a libertou do demônio e, de quebra, ficou com ela. Dizem que a principal missão de Asmodeus é a de perturbar a vida sexual dos casais, destruir casamentos, incentivar o desejo dos homens pelas mulheres. Incentiva igualmente adultérios, e relacionamentos contra-naturais (o que quer que seja isso). Ele é igualmente um dos demónios responsável pelas obsessões. Ah, semeia a discórdia, discussões e o engano. Emfim, não é um cara legal de se ter por perto. Pra fugir desse cara só apelando pra São Rafael. Eujá tô providenciando minha proteção, vou rezer diariamente pra São Rafael, que é melhor prevenir do que remediar. Luxúria, sim. Mas no meu limite.

E agora a pergunta que não quer calar: qual o próximo sete a ser abordado aqui? Os sete anões da Branca de Neve? Os sete cavaleiros do apocalipse? os sete dias da semana? Aguardo sugestões...

4 comentários:

Liana disse...

Menina, esse Asmodeus tá mais pra AimeuDeus!

Eu voto: sete maravilhas do mundo (antigo ou moderno, depende da sua querença..)

Dani disse...

Seu texto me deu vontade de cometer luxúria... rsrs
Fiquei curiosa pra ver os sete anões!!!

Contra a Maré disse...

O que aprendi é que esse negócio de Luxúria é coisa de Hortifrutigranjeiro Tarado("luxúria: exuberância ou viço dos vegetais") que vive a pensar em pepinos, nabos, cenouras, batatas, orquídeas... e em galinhas, jumentos, cabritas... e essas coisas mais. Tinha pensado em ter um sítio algum dia, mas desse jeito eu tô fora!

Aline disse...

Tb deu vontade de ir bem ali cometer luxúria, como a Dani! Vc pode escrever sobre qualquer 7 que vai ser bom demais, mas aí vai mais uma sugestao pra borboleta: as 7cores do arco-íris- ainda bem que não tem cor-de-rosa no meio delas, ein?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...