quinta-feira, 4 de junho de 2009

Chupando Drops de Anis...

Tem um bocado de coisa que eu acho bom: torresmo, barulho e cheiro de chuva, cafuné, beijo no cangote, ler de madrugada, rir e por aí vai. Acho bem bom, também, listas e seriados. Por exemplo, uma lista dos meus 10 seriados preferidos: 1. friends, 2.CSI Miami, 3. House, 4. Grey's Anatomy, 5. Law and Order SVU, 7. CSI, 8. Once and Again, 9. Barrados no Baile, Private Practice. Claro, fora de ordem e, com certeza, esqueci uma ruma que adoro. Assim, nada mais previsível que eu começar outra série aqui no blog: às quartas já temos "Pintando o Sete" e, às quintas, está chegando a série "Chupando drops de anis". Explico! Em 1998 a AFI (Instituto Americano de Cinema) escolheu as 50 lendas do cinema americano. Pra estar na lista os atores  tinham que estrear até 1950, ou ter morrido antes da divulgação da lista. Nesta série abordarei, inicialmente esta lista. Mas não pretendo ficar por aqui. A AFI lançou também: os 25 maiores musicais, 100 melhores filmes, 100 músicas mais belas do cinema, 100 filmes mais inspiradores. Enfim, tem um bocado de assunto. Não vou trazer meus persongens na ordem da lista (mas vou sempre indicar em que posição estava).  
A primeira que trago é Ava Gardner, chamada por Jean Cocteau como o "mais belo animal do mundo". Para mim será sempre o personagem atormentado de A Condessa Descalça. Linda. Sexy. Indicação ao Oscar de Melhor atriz por Mogambo (em que contracenava com o comentável Gable). Ava teve uma vida de difíceis romances. Não é fácil ser assim tão linda. Paira uma dúvida sobre o quanto de nós os outros realmente querem conhecer. O que mais aprecio em Ava é seu nome tão próprio para uma saudação e a combinação de cores em seu rosto. Se alguém merece o título de beleza interior com certeza é ela: que estrutura óssea magnífica. Gardner também sabia representar, o que convenhamos, era um luxo desnecessário. Ela era a última mulher na lista. Aqui vem a razão de eu ter escolhido falar primeiro dela: te amo por tantos motivos e detantas formas que, às vezes, ao fazer uma lista, deixo para o fim coisas importantes, como: te amo porque sei que você sempre está aqui pra mim. Ava foi a última da lista da AFI, mas em Mogambo foi a primeira para Gable e olha que ela tinha concorrência seríssima (Grace, tá?). 
Quem não conhece Ava, segue sua beleza esplendorosa. Ou pra quem quer lembrar...


Um comentário:

Hertenha Glauce disse...

Se para a AFI ela foi a última da lista... para Gable e Luciana Holanda... foi a primeira!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...